quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Animação - The Big Pig: a vacinação

Vídeo

video

De acordo com os ítens de avaliação, criei uma animação onde estão várias técnicas implementadas, nomeadamente vídeo, fotografia, desenho analógico que posteriormente seria submetido a modificações digitais utilizando os programas Adobe Photoshop e Adobe Illustrator.
Quanto à montagem, esta foi feita através do programa Adobe Premiere e utilizei tanto as sequências por frames como utilizei o "motion".


Sinopse

Tudo começa quando é anunciada uma nova fórmula da vacina contra a gripe suína. Nisto, Yhe Big Pig, ao fazer uma das suas frequentes caminhadas, depara-se com a nova informação, quando passa numa "Pigofarmácia". Este sente-se, de imediato, tentado a prevenir-se decidindo assim, assim, vacinar-se. Mas será segura? É isso que vai descobrir...

Capa CD




CD

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Prancheta



Porco com gripe..suína!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Memória descritiva


Utilizámos como referência o fotógrafo Tom Hunter e, para o nosso trabalho inspirámo-nos na fase em que ele reproduz, fotograficamente, quadros, ou seja, recria o ambiente que está patente na obra mas actualiza-o. A esse nível, o que verificámos foi que este utiliza objectos semelhantes, dispostos da mesma forma, mas que altera, não a sua função, mas aquilo que representam ou o que se encontram a fazer naquele momento. “Woman Reading Possession Order”, reprodução de “Vermeer’s A Girl Reading At An Open Window”, foi o trabalho do autor que mais nos despertou atenção, onde, já pelo título, se denota a alteração da realidade e dos acontecimentos.


O nosso conceito, primeiramente, baseou-se no de Tom Hunter, mas desenvolvemo-lo. Dado que a nossa intenção era contrastar os interesses e costumes da actualidade com os das diferentes épocas, visando modernizá-las, nós não só, conceptualmente, adoptámos a estratégia do fotógrafo, como criámos um conceito personalizado: satirizar e criticar a nossa sociedade. Escolhemos quadros de diversos movimentos artísticos, que na sua maioria se centravam numa determinada personagem ou objecto; resumidamente, criticámos: a sociedade em geral, a forma como o individuo se deixa influenciar e se rege por princípios que não acredita, a falta de ligação/interacção entre as pessoas, a alteração dos interesses e actividades, bem como o consumismo.


Em relação à construção de imagem, como já abordámos, dispusemos o conteúdo físico dos quadros de forma semelhante, alterando alguns aspectos, consoante aquilo que queríamos que representassem; regra geral, o enquadramento foi idêntico de forma a que fosse visível que se tratava de uma recriação.


Quanto à captação da imagem, dado que optámos por jogar com contrastes de luz e evidenciar as cores frias, utilizámos dois flashes externos e o balanço de brancos foi “Tungsten Light”. A abertura da lente e a velocidade de disparo, variaram consoante a fotografia e aquilo que pretendíamos destacar. Jogámos com profundidade de campo e tentámos manter uma perspectiva o mais aproximada possível à das obras.

Illustrator